Página Inicial » Reforma Doméstica » Como consertar um vaso sanitário
Você está utilizando um navegador que não possibilita obter todos os recursos da web.
Utilize um navegador mais rápido, seguro e atualizado:

Baixe o Mozilla Firefox ou Google Chrome.

Como consertar um vaso sanitário

ÚLTIMAS LIDAS

Saiba como identificar e consertar os principais problemas de fucionamento de um vaso sanitário

Publicação: October 27, 2013 Visualizações: 4836
Categoria: Reforma Doméstica
O vaso sanitário é um dos acessórios mais importantes na sua casa. Embora os vasos sejam componentes fixos e confiáveis do sistema de encanamento, é raro o dono de imóvel que nunca tenha problemas com ele.

O entupimento talvez seja o problema mais comum com o vaso sanitário, mas está longe de ser o único. A caixa d`água, por exemplo, pode fazer todo tipo de barulho estranho ou a água pode ficar vazando continuamente. Felizmente, os problemas com a maioria dos vasos sanitários podem ser consertados por você mesmo.

Se você é o tipo de pessoa que faz tudo, aprender como fazer consertos rápidos pode poupá-lo de chamar o encanador. Neste artigo vamos explicar vários assuntos relacionados a conserto de vasos sanitários, incluindo:
- substituição de vaso
- desentupimento
- problemas na caixa d`água
- arrumação da válvula de bóia
- resolução de problemas comuns.

Substituindo o assento de um vaso sanitário

A tarefa mais fácil ao arrumar um vaso é substituir a tampa e o assento. Há muitos tipos de assentos disponíveis e não é difícil encontrar um que combine com as cores do seu banheiro. A maioria dos vasos modernos são fabricados em dois tamanhos padrão, e os assentos são feitos para se encaixar neles.

Uma vez que tiver o assento do tamanho certo, remova o antigo. Remova as duas porcas sobre a dobradiça e levante-o. Um problema comum é que as porcas de segurança do vaso podem estar enferrujadas ou corroídas. As porcas de alguns assentos são internas e praticamente inacessíveis, tornando o trabalho ainda mais difícil.

Um assento novo pode ser instalado inserindo os dois parafusos, colocando sobre as anilhas e apertando as porcas. Tenha cuidado para não apertar demais as porcas ou pode ficar difícil remover o assento mais tarde
Um assento novo pode ser instalado inserindo os dois parafusos, colocando sobre as anilhas e apertando as porcas. Tenha cuidado para não apertar demais as porcas ou pode ficar difícil remover o assento mais tarde


Qual é a solução? Se conseguiu apertá-los de maneira fácil, aplique um pouco de óleo para ajudar a soltá-los. Dê tempo para o óleo penetrar. Se não conseguir chegar até as porcas com uma chave normal, use uma chave de caixa. Assegure-se de não usar muita força, pois se a chave escorregar pode atingir e quebrar a caixa ou alguma outra parte.

Se nada der certo, você terá que retirar os parafusos com uma serra pequena de metal. Para proteger o vaso, aplique nele uma fita nas partes em que irá usar a lâmina da serra. Insira a lâmina sob a dobradiça e serre através dos parafusos. Seja extremamente cauteloso ao usar a serra, pois um escorregão pode rachar o acessório.

Com as porcas removidas ou cortadas, você pode remover o antigo assento sem maiores dificuldades. Limpe a área antes de instalar o novo assento. O novo pode ser instalado ao inserir os parafusos e apertar as porcas. Tenha cuidado para não apertar demais as porcas, para caso precise substituir o assento novamente. Se você mora em um apartamento alugado e está instalando um novo assento que você mesmo comprou, guarde o antigo. Quando você se mudar, pode substituir o novo pelo original e levá-lo com você.

Se o vaso não pára de vazar água, o assento ainda não está em boas condições e a pequena tampa de borracha está em péssimo estado, você pode comprar o assento em uma loja de materiais de construção.

Desentupindo um vaso

Em geral você pode desentupir um vaso com um desentupidor ou chamando um encanador. Tenha certeza de que há água suficiente no vaso para cobrir a sucção da borracha antes de usar o desentupidor. Se não houver água o bastante no vaso, não haverá descarga. Há dois tipos de desentupidor, e um deles tem uma forma arredondada que é especialmente eficaz em vasos. Alguns tipos têm uma "cabeça" projetada para usar no banheiro.
Em geral, o que quer que esteja bloqueando a drenagem do vaso, ele não vai muito longe. Se a ação do desentupidor não funcionar, é possível tentar enfiar uma mangueira para desobstruir a passagem.

Antes de usar um desentupidor, certifique-se de que há aguá suficiente no vaso para cobrir a sucção. Bombeie o desentupidor para desentupir o vaso
Antes de usar um desentupidor, certifique-se de que há aguá suficiente no vaso para cobrir a sucção. Bombeie o desentupidor para desentupir o vaso


A mangueira tem uma manga longa ou tubo para guiá-la. Uma manivela no fim da mangueira permite que você a puxe na drenagem ou quando ficar presa. Veja como usá-la:

1ª etapa - insira a mangueira no vaso e gire até sentir a sujeira;

2ª etapa - puxar a mangueira deve ser suficiente para remover qualquer coisa que esteja entupindo o vaso. Caso contrario, tente esse procedimento várias vezes. Em alguns casos, você pode ter de recorrer a um encanador para realizar este serviço;

3ª etapa - se tudo que você tentou não deu resultado, o vaso pode ter que ser removido do chão e virado de ponta cabeça para desentupi-lo. Isto não é um trabalho fácil, então você deve tentar métodos mais simples com os quais esteja familiarizado para remover o vaso.

A mangueira do vaso tem uma manga larga ou luva para guiá-lo. Uma manivela permite que você a puxe na drenagem e desbloqueie o desentupimento
A mangueira do vaso tem uma manga larga ou luva para guiá-lo. Uma manivela permite que você a puxe na drenagem e desbloqueie o desentupimento


Problemas com a caixa do vaso

Comparados com o entupimento do vaso, problemas com a caixa podem ser relativamente mais simples. Barulhos ou água correndo continuamente podem ser mais que um aborrecimento. Eles podem também custar dinheiro devido ao desperdício de água. Felizmente, a maioria dos problemas com as caixas pode ser eliminado de modo rápido e fácil.

Seção cruzada de uma caixa de vaso comum e seus componentes
Seção cruzada de uma caixa de vaso comum e seus componentes


Desde que você saiba como o vaso funciona, pode identificar a fonte dos problemas da caixa do vaso. Levante a tampa da caixa e siga este procedimento.

Quando você der a descarga, uma alavanca de disparo será levantada. Esta alavanca puxa os fios que, em retorno, erguem a válvula dobradiça ou uma aba de borracha no topo da caixa. Quando a abertura de válvula de descarga está limpa, a água na caixa escorre levantando a bóia e indo para dentro do vaso. Isto eleva o nível da água no vaso acima do nível da saída.

Enquanto a água estiver correndo, a bóia flutua acima da água, descendo. Isto empurra para baixo o braço da caixa, levantando a válvula da descarga e permitindo que a nova água flua para a caixa. Se a água procura seu próprio nível, a água da caixa empurra a água do vaso na drenagem, causando uma ação que limpa todo o vaso. Quando toda a água tiver escorrido do vaso e o ar tiver feito pressão na saída, a bóia da caixa retoma o seu lugar, fechando a abertura da válvula de descarga.

Conforme o nível da água sobe na caixa, a bóia sobe até o braço flutuante estar alto o suficiente para diminuir a válvula de descarga e interromper a água que entra. Se a água falha no fechamento, há um tubo de extravasamento que impede o excesso de água no vaso para evitar que a caixa inunde. Se a água continuar fluindo para fora do tanque e drenos:

1ª etapa - Erga o braço do flutuante. Se a água pára, você sabe que o problema é a bóia que não sobe o suficiente para baixar a válvula da descarga. Uma das razões pode ser o atrito da bóia com a parte interna da caixa. Se for este o caso, incline o braço um pouco para mover a bóia para longe das laterais da caixa.

Se a água continua vazando, cheque a guia e levante o fio que ergue e abaixa a bóia da caixa para ter certeza de que estão bem alinhados
Se a água continua vazando, cheque a guia e levante o fio que ergue e abaixa a bóia da caixa para ter certeza de que estão bem alinhados


2ª estapa - Se a bóia não tocar a caixa, continue segurando sua haste e remova a bóia da haste para girá-la em sentido horário. Então mexa a bóia para ver se há água dentro dela. Com o peso da água ela pode ser impelida a não subir normalmente. Se há água na bóia, tire-a e ponha de volta em seu lugar. Se a bóia estiver danificada ou corroída, substitua-a por uma nova. Se não houver água na bóia, ponha-a de volta e incline a vara para o nível mais baixo que ela puder atingir para fechar o fluxo de água na caixa.

3ª etapa - Se as etapas acima não resolveram o problema, verifique a bóia da caixa na válvula de descarga. O resíduo químico da água pode fazer com que esta bóia não se assente de forma apropriada ou então a bóia simplesmente estragou. A água vai infiltrar através da válvula de descarga, abrindo-a. Para desligar a água, acione a válvula do registro dando descarga no vaso para esvaziar a caixa. Você pode então examinar a bóia da caixa, procurando sinais de desgaste, e instalar uma nova bóia se necessário. Se o problema é resíduo químico na boca da válvula de descarga aberta, pegue um pano molhado, uma palha de aço ou uma faca e limpe os detritos.

4ª etapa - Se o excesso de água ainda fluir através do vaso, o botão ou a corda que levanta e abaixa a bóia da caixa pode estar mal posicionado. Tenha certeza de que a guia está no lugar certo e que o fio está diretamente sobre a válvula de descarga aberta. Gire o botão até a bóia se posicionar na abertura. Se um fio estiver inclinado, tente colocá-lo na posição correta ou instalar um novo. Tenha certeza de que a alavanca de disparo não esteja em atrito com nada e o fio instalado não esteja no buraco errado. As duas situações podem levar a bóia a ficar em um ângulo que não bloqueia a abertura como deveria.

Se nem a bóia nem caixa estão com defeito, então o problema pode estar na válvula da bóia.

Consertando a válvula da bóia

A válvula da bóia parece ser mais complicada do que realmente é. Quando você vai a uma loja de materiais de construção comprar uma nova válvula de bóia, você vai encontrar tanto a de plástico quanto a de metal. As de plástico custam menos e não sofrem corrosão, mas não são tão resistentes como as de metal. Além disso, as unidades de plástico não podem ser consertadas porque são vedadas. Você até pode comprar um tipo de unidade diferente da que está substituindo contanto que a nova tenha uma haste com fio do mesmo tamanho que a antiga. Se possível, leve a antiga quando for comprar a substituta. Eis como consertar um modelo mais antigo de válvula de bóia:

1ª etapa - Tenha certeza de que a válvula do registro do vaso está fechada.

Em muitas válvulas de bóia mais antigas, um par de parafusos de orelha seguram a descarga da válvula. Você tera que desaparafusá-los para remover a válvula
Em muitas válvulas de bóia mais antigas, um par de parafusos de orelha seguram a descarga da válvula. Você tera que desaparafusá-los para remover a válvula


2ª etapa - Remova o tampão da válvula e você verá duas anilhas ou anéis-O. Se qualquer dessas partes estiver faltando, a água vai fluir direto e o vaso vai vazar constantemente. Examine todas as anilhas e substitua as que estiverem defeituosas.

3ª etapa - Se a válvula de bóia estiver selada, substitua-a por completo. Feche o suprimento de água do vaso no registro e dê a descarga. Desparafuse a antiga válvula da bóia e remova o tubo de enchimento da bacia do tubo de extravasamento (ladrão).

4ª etapa - Olhe debaixo da caixa para soltar as porcas por onde a água entra. Afrouxe as porcas para liberar a água no cano de entrada. Então use uma chave inglesa de ajuste para apertar a porca ou desapertá-la de imediato. Use uma outra chave inglesa para apertar a base da válvula de bóia que fica dentro da caixa.

5ª etapa - Desparafuse a porca sob a caixa para remover a válvula da bóia. Se a porca estiver emperrada, use óleo para afrouxá-la.

6ª etapa - Tire a outra válvula da caixa, economizando as anilhas de todas as conexões, tanto do lado interno quanto externo da caixa. As novas vão ser incluídas com a unidade substituída, mas mantenha as partes antigas até você instalar a nova válvula para caso novas partes sejam danificadas durante a instalação.

Quando instalar uma nova válvula de bóia, certifique-se de que as anilhas estão instaladas corretamente e bem presas pela unidade de retenção
Quando instalar uma nova válvula de bóia, certifique-se de que as anilhas estão instaladas corretamente e bem presas pela unidade de retenção


7ª etapa - Insira a nova válvula no buraco da caixa. Com a anilha interna em posição, aperte a porca do lado de fora o suficiente para fazer a anilha de dentro ajustar-se contra o buraco, mas não aperte demais.

8ª etapa - Substitua as porcas e o cano de entrada, reinstale o braço e instale o tubo de enchimento da bacia dentro do ladrão.

9ª etapa - Abra a válvula do registro do vaso de novo e verifique se há vazamentos em outros pontos. E lembre-se de verificar se a bóia não está em atrito com a caixa.

Os mais novos tipos de válvula de bóia eliminam o braço e a bóia. Uma delas é de plástico que flutua enquanto a caixa enche. É possivel estabelecer o nível da água na caixa ajustando a posição do plástico em uma haste. Uma vantagem deste tipo de válvula é que permite que a água corra com força total até o tanque ser preenchido e depois fecha a água imediatamente, eliminando os barulhos irritantes que alguns vasos fazem conforme um braço fecha gradualmente a válvula.

Estes dois tipos de válvula eliminam a bóia e o braço. A da esquerda permanece fechada no fundo da caixa d`água. A da direita usa uma cobertura de aba, erguida por uma corrente.
Estes dois tipos de válvula eliminam a bóia e o braço. A da esquerda permanece fechada no fundo da caixa d`água. A da direita usa uma cobertura de aba, erguida por uma corrente.


O outro tipo é uma unidade pequena que fica no fundo do tanque. É uma válvula que possui divisórias de nível na parte de baixo da caixa. Além disso, já que não requer ferramentas, esta é uma unidade de fácil instalação. Para instalar essas válvulas de bóia mais novas:

1ª etapa - Feche o registro de suprimento de água da válvula e dê a descarga no vaso para drenar a água. Seque a água que restou na caixa antes de prosseguir.

2ª etapa - Remova todas as velhas válvulas, seguindo o procedimento destacado acima. Coloque as partes sobre o cano de entrada de água sob a caixa nesta ordem: porca de engate, anilha de fricção, anilha de cone e porca de retenção e de montagem.

3ª etapa - Instale a nova unidade dentro da caixa, colocando a haste enfileirada através do buraco sobre o cano de suprimento de água. Comece apertando as porcas de retenção ou montagem sob a caixa na haste enfileirada, segurando-a firmemente. Empurre as anilhas no lugar e aperte a porca de engate sob a caixa, tendo o cuidado para não apertá-la demais.

4ª etapa - Dentro da caixa, junte um dos finais do tubo de enchimento da bacia para o ladrão e posicione o fim da haste da unidade substituída.

5ª etapa - Abra o registro de suprimento de água para encher a caixa. O nível da água na caixa pode ser ajustado por uma maçaneta na nova unidade da válvula.

Resolvendo problemas comuns de vaso sanitário

O que você pode fazer se a água que desce para a descarga do seu vaso sanitário é pouca?

1ª etapa - Verifique o nível da água na caixa. É provavelmente muito baixo. Se o nível da água não atinge 4 cm a para dentro do ladrão, incline o braço um pouco para deixar mais água entrar na caixa.

2ª etapa - Se o nível de água está bom mas ainda não há água suficiente vindo da caixa para o vaso, o problema pode estar na bóia da caixa quando o botão da válvula de descarga é pressionado. A bóia está provavelmente baixa porque o condutor está localizado muito baixo. Levante o condutor, mas tenha certeza de que fica na mesma direção da corda. Se o condutor e a corda estiverem desalinhados, a bóia da caixa não desce e a válvula não abre, fazendo a água fluir continuamente.

3ª etapa - Procure outras causas de fluxo de descarga inadequado. Pequenos desvios na parte inferior do vaso podem vir a entupir com resíduos químicos. Um pequeno espelho pode ajudá-lo a examinar os buracos e um pedaço de arame pode limpar qualquer detrito.

Eis outro problema comum em vasos. A caixa pode transpirar e pingar até os canos. Há peças feitas especificamente para se adequarem à caixa e absorverem a umidade. Uma delas é chamada de válvula de temperatura e é muito eficiente para combater a transpiração da caixa. A válvula fornece uma mistura regulada de água quente e fria, que diminui a diferença entre a temperatura de dentro da caixa e a temperatura externa. É esta diferença na temperatura que causa a condensação ou transpiração. Considere instalar uma válvula de temperatura se a água na caixa em geral permanece abaixo de 10º C.

A válvula de temperatura, que requer tanto conexões de suprimento de água quente quanto fria, pode reduzir a transpiração da caixa d`água do vaso
A válvula de temperatura, que requer tanto conexões de suprimento de água quente quanto fria, pode reduzir a transpiração da caixa d`água do vaso


Uma válvula requer que você adquira uma linha de água quente, que pode ser muito inconveniente se não há uma ligação próxima ao vaso. Além disso, a válvula de temperatura não evita que a água dentro da caixa se esfrie entre as descargas, portanto a condensação pode ocorrer até mesmo em um vaso equipado com esse aquecedor. Um vazamento pode ser devido à perda das conexões ou anilhas com defeito no cano ou onde o cano de entrada e a válvula de bóia estão ligadas à caixa. Substitua qualquer guarnição usada ou anilhas e aperte todas as porcas, depois teste com anil na água.

É também possível que a água esteja infiltrando sob o vaso. A vedação que junta o vaso à saída de drenagem pode estar com defeito. Se esse for o caso, o vaso dever ser removido e uma nova vedeação deverá ser instalada. Se o vazamento é devido a uma rachadura na caixa ou vaso, o vaso todo deve ser substituído.

Substituindo um vaso sanitário

Remover e substituir um vaso não é tarefa para ser feita sem um bom motivo, mas não é raro que seja necessária. Quando você não conseguir desobstruir o vaso pelos meios conhecidos, removê-lo é a resposta. Talvez você queira um vaso mais moderno, talvez o vaso ou a caixa estejam rachados ou quem sabe o acessório esteja vazando. Todas essas situações pedem a remoção e reinstalação do vaso velho ou a instalação de um acessório novo. Embora não haja dificuldade em remover e substituir um vaso, contrate um profissional para fazer o serviço. Para substituir um vaso:

1ª etapa - Para medir a distância entre a parede atrás do vaso até o centro do dreno, verifique a distância da parede até o centro dos dois furos que prendem o acessório ao chão. Se há dois parafusos de cada lado, meça a distância até o centro da parte de trás.

2ª etapa - Escolha o vaso substituto usando as medida que você fez no seu banheiro. Você pode substituir seu velho vaso por um acessório mais moderno, mas deve ter certeza de que o novo cabe no espaço do cano e da parede. Você pode instalar uma unidade menor, mas dificilmente irá poder colocar um maior em um espaço que ocupava um acessório menor.

3ª etapa - Feche o registro da caixa e remova toda a água tanto do vaso quanto da caixa. Dê descarga para eliminar a maior parte da água e então seque completamente os resíduos.

4ª etapa - Se a caixa está conectada à parede, remova os parafusos que a seguram. Então remova os parafusos que conectam a caixa ao vaso. Remova a caixa e coloque em algum local que não lhe atrapalhe.

5ª etapa - Remova os tampões dos parafusos da base do vaso, se houver. A maioria desses tampões são feitos de cerâmica para combinar com o vaso. Os encanadores possuem uma ferramenta para desconectar alguns tipos específicos, mas eles também podem ser retirados com uma faca. Depois de remover os tampões, limpe o componente antes de prosseguir.

6ª etapa - Remova as porcas ou parafusos. Se estiverem presos, o uso de óleo pode facilitar. Guarde as anilhas e parafusos se você vai reinstalar o vaso. Um vez que a porcas ou parafusos saírem, não há mais nada prendendo o vaso ao chão. Atenção: para evitar o mal cheiro do cano do esgoto, você pode tampar a abertura enquanto trabalha.

7ª etapa - Remova o vaso. O vaso e a caixa podem quebrar devido a uma leve batida na porcelana, então deixe-o em um velho carpete ou outro lugar macio. Procure também ter um balde e esponja disponíveis para enxugar a água que pode vazar. Com sua superfície de trabalho preparada, balance o vaso com cuidado para frente e para trás e levante-o. Pesa em torno de 30 kg.

8ª etapa - Verifique o cano de esgoto descoberto. Se necessário, limpe-o. Uma vez que o encanamento estiver limpo, pode-se proceder à substituição do vaso sanitário.

9ª etapa - Para colocar um novo vaso e reinstalar o antigo o procedimento é o mesmo. Com um faca, raspe toda a massa ou outro material de vedação do fundo do vaso e da borda do chão.

A instalação de um vaso com duas peças
A instalação de um vaso com duas peças


Para medir a distância entre a parede atrás do vaso e o centro do dreno, verifique a distância da parede até o centro dos dois furos que prendem o acessório ao chão
Para medir a distância entre a parede atrás do vaso e o centro do dreno, verifique a distância da parede até o centro dos dois furos que prendem o acessório ao chão


Inspecione o piso onde o vaso estava. Se o piso estragou, vai ter que ser reconstruído antes do vaso ser instalado. Dependendo do dano, a reconstrução pode envolver o piso, piso inferior e até mesmo vigas. Neste caso, precisará de um carpinteiro para reconstruir a área danificada antes de instalar o vaso. Se a borda estiver danificada ou os parafusos estiverem espanados, substitua a parte faltante antes de continuar.

10ª etapa - Instale um novo anel na saída da água no fundo do novo vaso. Com o acessório de ponta cabeça, ponha o anel de vedação na posição. Se a borda do chão estiver fechada, você precisará de uma luva plástica no anel. Esta luva deve ficar de frente para você enquanto se posiciona, já que ela irá até o cano do solo.

11ª etapa - Aplique uma camada uniforme de cera de vedação de espessura de 1 cm ao redor das bordas na base do vaso para fixá-lo. Este componente está disponível em lojas de materiais de construção.

12ª etapa - Remova o tampão do cano de esgoto. Vire o vaso na posição correta e coloque-o sobre a borda, guiando os parafusos em seu lugar. Pressione firmemente e aperte o parafuso para ter certeza de que a cera de vedação fixou na borda. Coloque um nível atrás do vaso para ter certeza de que está nivelado. Mova o vaso conforme necessário para nivelá-lo, mas não tire a cera de vedação ou poderá haver vazamento.

13ª etapa - Aperte as porcas para segurar os parafusos no chão. Não aperte demais ou a peça pode rachar. Revista as porcas e parafusos com o componente de instalação de vaso e reinstale os tampões.

14ª etapa - Se a caixa e o vaso são acessórios separados, você deve agora ligá-los. Aparafuse uma caixa na parede ou reinstale os parafusos e anilhas que conectam uma caixa. Substitua qualquer parte danificada. Se a caixa e o vaso estão conectados com o cano, ponha a junção do componente do cano para ligar as porcas e apertá-los em seu lugar.

15ª etapa - Reconecte o cano de entrada de suprimento de água à caixa, tenha certeza de que a válvula da bóia está devidamente ligada e abra o registro.

Agora é com você, leitor.

Gostou da matéria? Compartilhe com seus amigos.

"Conhecimento só é bom quando é repassado aos outros."
__

Fonte: http://casa.hsw.uol.com.br/como-consertar-um-vaso-sanitario.htm
Veja também »